Operadores
Login

Esqueceu a senha?

BRAMON | Impacto! BRAMON registra impacto lunar durante eclipse
2260
post-template-default,single,single-post,postid-2260,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,smooth_scroll,
title

Novidades

Image was taken during a public event.

Impacto! BRAMON registra impacto lunar durante eclipse

Uma câmeras da BRAMON registrou um impacto lunar durante o eclipse de 21 de Janeiro. O impacto foi gravado em João Pessoa na Paraíba e também por várias outras câmeras ao redor do mundo.

Para acompanhar o eclipse em João Pessoa, a Associação Paraibana de Astronomia e a Estação Cabo Branco de Ciência, Cultura e Artes, promoveram um evento público nos jardins da Estação. Marcelo Zurita que é membro da Associação e também da BRAMON, preparou um telescópio com duas câmeras, uma para transmitir o eclipse em tempo real para um telão e outra para monitorar impactos lunares no momento da totalidade. Os vídeos das duas câmeras estavam sendo gravados, e na noite dessa segunda ao observar um dos vídeos percebeu o flash ocorrido nos primeiros instantes do início da totalidade.
Snapshot do momento do impacto

Snapshot do momento do impacto

Após relatar o flash junto a seus colegas da BRAMON, foram encontrados relatos de outras pessoas ao redor do mundo que haviam percebido o flash em uma transmissão do portal timeanddate (https://imgur.com/VSpNGVi).
Já na manhã desta terça-feira recebemos a confirmação oficial: o projeto MIDAS, que tem observatórios na Espanha dedicados a observação de impactos lunares, registrou o mesmo flash às 04:41:38 UT.
Esta é a primeira vez que um impacto lunar é registrado durante um eclipse total em todo o mundo. Anteriormente, havia um registro de um possível impacto de 2008, que não foi confirmado porque foi gravado em apenas uma câmera. Já este, é certamente o impacto mais registrado da história. Várias câmeras que transmitiam o eclipse ao vivo também gravaram um fenômeno.
Possível impacto não-confirmado de 20 de fevereiro de 2008 registrado por George Varros

Possível impacto não-confirmado de 20 de fevereiro de 2008 registrado por George Varros

No Brasil este será apenas o segundo Impacto lunar registrado em vídeo na história. O primeiro foi em dezembro de 2017 durante a chuva de meteoros Geminídeas.

UPDATE 1: Surge novo vídeo brasileiro do impacto em Cascavel, PR
Em um vídeo publicado no Youtube neste dia 22 de janeiro, Edinei Oliveira de Cascavel, Paraná, informa ter registrado também o impacto durante o eclipse. Conferimos o vídeo e ele parece legítimo, com o flash do impacto parecendo exatamente na mesma posição em que foi registrado pela BRAMON e por diversas câmeras ao redor do planeta. Confira o vídeo abaixo:

UPDATE 2: Mais um vídeo brasileiro do impacto feito em Campina Grande, PB
O estudante de Meteorologia Diego Rhamon, de Campina Grande, na Paraíba, divulgou o terceiro vídeo brasileiro do impacto. Diego, que também é membro da BRAMON, tem por costume gravar em vídeo fenômenos meteorológicos e astronômicos. Pedimos então que ele verificasse se havia gravado algo na noite do eclipse às 01:41 (horário local) e quando ele foi verificar, havia registrado o flash do impacto. Confira o vídeo:

Dados dos registros:

Observador 1: Marcelo Zurita (APA/BRAMON)
Setup: Canon T3i modificada + Lente Rokinon 800mm F8
Local de observação: lat -7.148040º, lon -34.797798º, alt 28m (João Pessoa, PB, Brasil)

Observador 2: Edinei Oliveira
Setup: NIKON B700 – ZOOM OPTICO 60X
Local de observação: lat -24.991191º, lon -53.469058º, alt 706m (Cascavel, PR, Brasil)

Observador 3: Diego Rhamon
Setup: Sony DCR-SX40
Local de observação: lat -7.2204°, lon -35.9014°, alt 571m (Campina Grande, PB, Brasil)

Data/Hora: 21/01/2019 04:41:38 UT (02:41:38 horário de Brasília)
Coordenadas aproximadas do impacto: lat -29.8°, lon -69.9° (+- 10Km)

Estimativas deste impacto (I):

Estrela de referência: SAO 80019
Magnitude Visual da estrela:  7,87
Magnitude (B-V): 1,1
Magnitude R estimada: 7,06
Estimativa de magnitude máxima do flash do impacto: 6,0
Eficiência luminosa canônica: η=2,5·10^-3
Estimativa de Energia cinética máxima: 3,52×10^8 J
Estimativa conservativa da massa do meteoroide: 2,43Kg
Estimativa de diâmetro do meteoroide: 25cm
Estimativa de diâmetro máximo da cratera: 4,82m
Velocidade canônica para meteoroides esporádicos: 17km/s

Estimativas deste impacto (II):

Estrela de referência: SAO 80019
Magnitude Visual da estrela:  7,87
Magnitude (B-V): 1,1
Magnitude R estimada: 7,06
Estimativa de magnitude máxima do flash do impacto: 5,0
Eficiência luminosa canônica: η=3,0·10^-3
Estimativa de Energia cinética máxima: 1,32×10^9 J
Estimativa conservativa da massa do meteoroide: 9,7Kg
Estimativa de diâmetro do meteoroide: 35cm
Estimativa de diâmetro máximo da cratera: 6,81m
Velocidade canônica para meteoroides esporádicos: 17km/s

Todos os dados expostos são estimativas. Os mesmos podem ser alterados com o surgimento de imagens mais precisas ou refinamentos na estimativa da magnitude do flash.

Estimativas do impacto por Lauriston Trindade.

 

Nenhum Comentário

Desculpe, os comentários estão fechados agora.