Operadores
Login

Esqueceu a senha?

BRAMON | IMC 2018 – O Mais Novo Desafio da BRAMON
1947
post-template-default,single,single-post,postid-1947,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,smooth_scroll,
title

Novidades

IMC 2018 – O Mais Novo Desafio da BRAMON

Há um ano atrás, nós embarcamos em um ousado desafio. Agora está na hora do próximo!

O ano de 2017 foi um ano desafiador e cheio de conquistas para a ciência cidadã do Brasil. Foi o ano em que descobrimos as primeiras chuvas de meteoros brasileiras, e que desenvolvemos uma poderosa ferramenta para localizar novas chuvas. Foi o ano em que realizamos uma campanha nacional para monitoramento de impactos lunares e registramos o primeiro impacto lunar confirmado em vídeo a partir do Brasil. E foi o ano em que participamos, pela primeira vez, do IMC – Conferência Internacional de Meteoros, em Petnica, na Sérvia.

Na verdade, até aquele momento, nenhum brasileiro havia participado dessa conferência, em mais de 50 anos de existência. Mas as coisas mudaram, e não foram apenas pelos esforços do Lauriston, nem dos membros da BRAMON. As coisas mudaram graças a sua participação, ao seu envolvimento acreditando que a ciência feita por cidadãos brasileiros pode alcançar o reconhecimento internacional.

E assim foi. Dezenas de pessoas de várias partes do país contribuiram. Cada um com um pouco de dinheiro e uma infinidade de confiança em nosso trabalho e em nossa capacidade de defender as cores do Brasil na mais importante conferência sobre meteoros no mundo. Lauriston esteve em Petnica, mas não foi só participar do evento. Além de importantes contatos feitos durante os primeiros dias do evento, ele fez uma apresentação emocionante no final do evento, arrancando aplausos de todos os participantes, cientistas de diversas partes do mundo.

Lauriston, após apresentar um pouco da história da BRAMON e os resultados obtidos no ano de 2017, incluindo os novos radiantes descobertos, apresentou dois slides com os nomes das pessoas que tornaram aquela apresentação possível. No primeiro, a lista com os nomes de todos os operadores de estações da BRAMON, que contribuíram com seu trabalho e com os dados gerados pelas suas estações, e no segundo, uma lista com o nome de todas as pessoas que acreditaram no nosso trabalho e contribuiram financeiramente com a vaquinha que levou o Lauriston àquela conferência. Isso gerou espanto e admiração entre os conferencistas que, até então, estavam acostumados a ver agradecimentos à universidades, instituições de pesquisas e à governos. E de repente estavam diante de um projeto de Ciencia Cidadã, feita por cidadãos, e financiada unicamente por cidadãos. Os aplausos foram inevitáveis.

Lauriston apresenta os nomes dos que contribuíram com a campanha durante o IMC 2017

Lauriston apresenta os nomes dos que contribuíram com a campanha durante o IMC 2017

“Houveram muitos relatos sobre redes de vídeo monitoramento de meteoros, mas Lauriston de Sousa Trindade, da Rede Brasileira de Observação de Meteoros – BRAMON, particularmente me chamou a atenção: foi sua primeira viagem à Europa, sua primeira apresentação em uma conferência internacional e ele teve todas as razões para ficar animado e orgulhoso”. Com essas palavras o Professor Peter C. Slansky descreveu a participação da BRAMON no IMC em Petnica na edição 45-5 da WGN, a revista da IMO.

Mas essa história não acabou. Ainda há muitos capítulos por escrever e o próximo capítulo começa agora!

Estamos iniciando a campanha BRAMON no IMC 2018 e assim como no ano passado, vamos contar com a contribuição de todos os que valorizam e acreditam na ciência feita por esses cidadãos. Este ano, o IMC ocorre na Eslováquia e iremos apresentar dois trabalhos no evento, um sobre o Encontreitor, o fabuloso software desenvolvido por Leonardo Amaral que representou uma verdadeira revolução na busca por novos radiantes; e o outro será a apresentação do primeiro impacto lunar confirmado em vídeo a partir do Brasil, o “Impacto Brasileiro”. Para representar-nos no evento, escolhemos novamente o Lauriston, principalmente por seu conhecimento a respeito dos dos trabalhos e pelos contatos que ele já fez no ano passado.

Interessados podem colaborar de duas formas:
– Com doações a partir de R$ 20,00 no cartão ou no boleto. Link para Vakinha:

 http://vaka.me/gry9zp

– Compartilhando essa notícia para que ela chegue até as pessoas que querem e podem contribuir

Este ano, assim como no ano passado, vamos confeccionar algumas camisas especialmente para o evento. Mas dessa vez, o nome de cada pessoa que contribuir com o projeto será gravado na camisa que será enviada para a Eslováquia. Levaremos conosco aqueles que nos levam cada vez mais longe!

Nenhum Comentário

Desculpe, os comentários estão fechados agora.