Operadores
Login

Esqueceu a senha?

BRAMON | Superbólido atinge a África e só agora ficamos sabendo
Superbólido, Zumbia
2544
post-template-default,single,single-post,postid-2544,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,smooth_scroll,
title

Novidades

Superbólido atinge a África e só agora ficamos sabendo

No dia 18 de fevereiro de 2019 as 10:00 UTC, 13:00 horário local, houve um superbólido sobre a Zâmbia na África. Até o presente momento, não se tem relatos de que pessoas viram tal evento, mas foi registrado pela rede internacional de sensores de infrassom administrada pelo governo americano. De acordo com os dados da JPL/NASA o superbólido explodiu liberando cerca de 4,2 quilotons de energia (sendo 1/4 da energia liberada pela bomba de Hiroshima na segunda guerra mundial) a apenas 26 km de altitude! A sociedade científica só ficou sabendo do evento depois que a JPL/NASA publicou o relato.

Abaixo está a trajetória estimada do bólido.

A análise da trajetória do evento foi feita pelo Carlos Augusto Di Pietro, membro da BRAMON. Di Pietro destaca que possivelmente o bólido tenha deixado centenas de quilos de meteoritos em solo nessa região. Esse é o quarto evento analisado pela BRAMON que possívelmente gerou meteorito em solo apenas nesse mês de fevereiro.

Além desse super bólido, há relatos que, algumas horas depois nesse mesmo dia, foi visto outro bólido por moradores da ilha de Mayotte a menos de 2 mil km do super bólido como mostrado pela AMS ( https://fireball.amsmeteors.org/members/imo_view/event/2019/801?fbclid=IwAR08eR9EFf9NKUgTYSyX79pga23tfcgzDP4WCxJdPlyxxep5Uy19mBlo8wQ ). Em relação a esse ultimo evento, por enquanto não podemos analisar devido os poucos dados até então coletados.

Nenhum Comentário

Desculpe, os comentários estão fechados agora.