Operadores
Login

Esqueceu a senha?

BRAMON | BRAMON abre campanha nacional 2018 para Registro de Impactos Lunares
1457
post-template-default,single,single-post,postid-1457,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,smooth_scroll,
title

Novidades

BRAMON abre campanha nacional 2018 para Registro de Impactos Lunares

Em 2018 teremos três janelas para registros de impactos lunares. No primeiro semestre, em 21/22 de abril, o pico da Chuva dos Lirídeos marca esta primeira janela. No segundo semestre teremos oportunidades em 17 de novembro e 14 de Dezembro. O pico das LYR está previsto para às 18h UTC de 22 de abril, mas tão logo anoiteça, a Lua de sete dias de idade estará acessível para monitoramento. Nesta primeira janela, as cidades brasileiras terão, em média,  cinco horas de visibilidade da lua, que estará com 50% de iluminação. Os dados aqui apresentados referem-se ao aspecto que compreende a visibilidade lunar e a marcação da regiões mais suscetível aos impactos. Outros aspectos técnicos para os registros dos impactos estarão compilados em outras publicações.

1ª Janela de Registros

22 de abril de 2018 (crepúsculo Astronômico ao ocaso da Lua)

Chuva de Meteoros associada: LYR

Pico da Chuva: 22 de abril 18h UTC

Fase lunar anterior: Nova, segunda-feira, 16 de abril de 2018 às 01h57min (BRT)

Fase Lunar posterior: Quarto Crescente: domingo, 22 de abril de 2018 às 21h45 (BRT)

A figura 1 mostra os horários (Local) de nascer e ocaso da Lua, para o dia 22 de abril de 2018.

Figura 1.

A Figura 2 mostra simulação de densidade de probabilidade de impacto para a superfície lunar em 22 de abril de 2018 às 21hUTC.

Figura 2. O Norte está no topo da imagem. O Leste à esquerda.

Figura 3.

A Figura 3 mostra as regiões da Terra com visibilidade para a Lua em 22 de abril de 2018 às 21h UTC (início da janela de registros). Já Figura 4 mostra o aspecto da Lua visto a partir do ponto sub-lunar, no início da janela de registros no Brasil, isto é, às 21h UTC.

Figura 4.

Figura 5.

A Figura 5 mostra o Mapa Mundi com as regiões iluminadas pelo Sol e com visibilidade para a Lua em 22 de abril de 2018 às 21:36UTC.

A maior parte das cidades brasileiras terá uma janela de registros teórica de mais de cinco horas. As informações aqui presentes apontam somente dados sobre visibilidade da Lua na Campanha de Impactos Lunares – LYR.

A BRAMON reafirma que esta campanha não é fechada a seus integrantes. Está aberta a participação de todos: profissionais e amadores.  A BRAMON apenas se coloca na função de coordenadora desta campanha, o que não impede que outras campanhas paralelas possam vir a surgir. O nosso interesse é difundir o máximo possível os conhecimentos astronômicos e técnicos que possam contribuir para ampliar o número de registros de impacto lunar confirmado, feito a partir de solo brasileiro.

Aqui temos um link para cadastro de interessados e participantes:

Cadastro de Participantes da Campanha Impacto Lunar Lirídeos 2018

 

Os programas utilizados para simulações e apresentação foram: Occult 4, Universe Sandbox 2, Google Earth, Time and date Aplication.

Texto e simulações por Lauriston Trindade*

*Lauriston Trindade é graduando em Física pela Universidade Estadual do Ceará. Integrante da BRAMON desde 2015. Co-descobridor de chuvas de meteoros, é membro da International Meteor Organization.

Nenhum Comentário

Desculpe, os comentários estão fechados agora.

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
Facebook
Google+
http://www.bramonmeteor.org/bramon/bramon-abre-campanha-nacional-2018-para-registro-de-impactos-lunares">
Twitter