Operadores
Login

Esqueceu a senha?

BRAMON | Possível meteorito cai em residência no Uruguai.
526
post-template-default,single,single-post,postid-526,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,smooth_scroll,
title

Novidades

Possível meteorito cai em residência no Uruguai.

uruguai1Foi divulgado hoje, dia 14/10/2015, a queda de um meteorito no dia 18 de setembro sobre uma residência na cidade de San Carlos, departamento de Maldonado – Uruguai.
A rocha caiu durante a madrugada , atingindo uma cama e a TV em um dos quartos da casa, que por sorte estava vazio. A queda só foi percebida no dia seguinte quando a filha dos donos da residência encontrou uma perfuração no teto do quarto de seus pais.
A princípio os residentes pensaram que alguém poderia ter jogado a pedra sobre a casa, porém a força do impacto e as características do objeto logo levaram a descartar a hipótese, gerando outras suspeitas, incluindo a queda de um meteorito.
A família entregou o possível meteorito ao Departamento de Astronomia da Universidade do Uruguai (UDELAR), que realizou os primeiros estudos sobre a rocha, identificado-o como um condrito, possuindo todas as características esperadas de uma rocha vinda do espaço:

• Apresenta um ligeiro magnetismo, sendo atraído por um ímã.
• tem crosta negra sobre a superfície, como consequência da compressão adiabática durante a entrada na atmosfera a mais de 11 km/s.
• apresentado em marcas de superfície chamadas de regmaglitos (depressões que se assemelham a marcas de dedos em massa de modelar).
• em uma outra face, a crosta de fusão tem a aparência de pele de elefante, também característica de passagem rocha através da atmosfera.
• nas áreas onde a rocha se rompeu com o impacto, observa-se o interior acinzentado.
• nessas mesmas áreas, são observadas microfraturas cheias de material escuro.
• a rocha é mais pesada do que uma rocha terrestre típica de tamanho similar, o que implica uma maior densidade. Medições posteriores determinaram uma densidade 3.4gr/cm3, superior à maioria das rochas terrestres.

Este é um evento raro, pois poucas vezes um meteorito cai causando danos diretos.

Agora os pesquisadores Gonzalo Tancredi e Pablo Nuñez, do Instituto de Ciências da UDELAR estão realizando novos testes para categorizar e registrar o primeiro meteorito uruguaio.

Os pesquisadores alertam que outros fragmentos podem ter caído nas imediações do impacto registrado, principalmente em um raio de até 4 km da região oeste da cidade.

A BRAMON realiza o monitoramento de entrada de meteoros no Brasil a fim de coletar dados para o estudo desse fenômeno, podendo, inclusive, registrar as quedas como a do possível novo meteorito uruguaio.

PS: Lembrando que o evento é tratado como “possível meteorito” porque o mesmo ainda não teve sua descrição publicada pela IMO. Porém, a se confirmarem todas as informações, é certo que se trata de uma rocha vinda do espaço.


 

uruguai7

uruguai6uruguai2uruguai3uruguai4uruguai5

 


 

Fontes:
http://www.astronomia.edu.uy/depto/divu.html
http://www.elpais.com.uy/informacion/meteorito-cayo-san-carlos-maldonado.html
http://www.cromo.com.uy/vea-las-roturas-provocadas-el-meteorito-san-carlos-n685963

 

Nenhum Comentário

Desculpe, os comentários estão fechados agora.