Operadores
Login

Esqueceu a senha?

BRAMON | BRAMON é o Brasil na IMC 2017 – Petnica (Parte 1)
1166
post-template-default,single,single-post,postid-1166,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,smooth_scroll,
title

Novidades

BRAMON é o Brasil na IMC 2017 – Petnica (Parte 1)

No último dia 21 de setembro, aconteceu a abertura da 36ª Conference Internacional de Meteoros (IMC 2017). Desta vez, a sede do evento foi o pequeno vilarejo de Petnica, em Valjevo, Sérvia.

A Conferência Internacional de Meteoros é o instante máximo onde são apresentadas as novidades sobre a Astronomia de Meteoros no mundo. Dividida em sete instâncias de apresentações, a saber: trabalhos em progresso; corpos parentais, meteoroides, meteoritos, planetas e suas relações; Instrumentos, automações, dados e softwares; técnicas de observação; fenômenos e processos atmosféricos; Chuvas de meteoros & background de esporádicos e posters.

Foram 43 palestras principais, 20 posters, workshops, além da abertura da Assembleia Geral da International Meteor Organization e a apresentação: “IMC 2018 In Slovakia – An Invitation by Tomas Paulech”.

A Conferência foi aberta com fala do atual tesoureiro da IMO, Marc Gyssens. Ele lembrou a todos que Petnica tem um protagonismo especial dentro das IMCs. Isto porque em 1997, aquele pequeno vilarejo na cidade de Valjevo, recebeu uma outra IMC. E foi ali também que surgiu a sugestão da criação de uma comissão de videomonitoramento para a IMO. Voltar à Petnica assim, teve um sentimento especial.

Na recepção do Petnica Science Center, a programação da IMC 2017.

Marc Gyssens dá as boas vindas aos participantes.

Também, no início dos trabalhos da Conferência foram dados vários informes sobre o regulamento do evento,  necessidade de observância dos tempos das palestras e o funcionamento interno do Petnica Science Center. Todos os participantes tiveram oportunidade de fazer perguntas e tirar dúvidas sobre procedimentos e regulamentos.

Marc Gyssens faz um resumo das expectativas sobre a IMC 2017.

Na sequencia das falas, o presidente da IMO, Cis Verbeeck apresentou os pontos altos da IMC 1997 – Petnica. fez um resumos das apresentações, falou sobre a excursão e sobre o surgimento da Comissão de Videomonitoramento. Ressatou que Sirko Molau teria uma palestra específica para mostrar os avanços e normatizações nos registros de meteoros por video, advindas pelo surgimento de mais esta comissão. Cis também agradeceu a presença de todos, desejando uma ótima Conferência a todos. Lembrou mais uma vez que em 2018 a Eslováquia sediará o evento e que Petnica deve se sentir feliz por sediar duas vezes um evento de tal magnitude.

Cis Verbeeck relembra os pontos principais da International Meteor Conference Petnica 1997.

Na noite inicial ainda tivemos fala do Petnica Meteor Group, mostrando um pouco do trabalho desenvolvido.

Logo após todos seguiram para o jantar de boas vindas e houve momento para socializar e iniciar os contatos com os diversos países e grupos de trabalhos ali.

Foi o ponta pé inicial da BRAMON na Conferência. Nossa apresentação estava marcada para o último dia. Assim, a estratégia adotada por nosso representante Lauriston Trindade, foi iniciar conversas técnicas com o máximo de participantes para que todos estivesse cientes da capacidade de produção científica e do espírito colaborativo que é inerente à BRAMON.

Texto, fotografias e edição: Lauriston Trindade*

*Lauriston Trindade é integrante da BRAMON desde 2015, co-descobridor de chuvas de meteoros e membro da IMO. Reperesentou a BRAMON e o Brasil na 36ª IMC- Petnica.

 

Nenhum Comentário

Desculpe, os comentários estão fechados agora.

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
Facebook
Google+
http://www.bramonmeteor.org/bramon/bramon-e-o-brasil-na-imc-2017-petnica">
Twitter